Questões de DAS PESSOAS - Pessoas Naturais - Direito Civil

  • questão #353772
    CESPE - 2014 - TJ - DFT - Juiz de Direito Substituto
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    De acordo com o entendimento do STJ sobre a responsabilidade civil e com o disposto na Lei de Registros Públicos relativamente ao registro civil de pessoas naturais, assinale a opção correta.
    a) A regra geral, no direito brasileiro, é a da imutabilidade ou definitividade do nome civil, incluída a observância de determinada ordem quanto aos apelidos de família, vedando-se que a ordem no sobrenome dos filhos seja distinta daquela presente no sobrenome dos pais.
    b) A doença preexistente não informada no momento da contratação do seguro exime a seguradora de honrar sua obrigação, ainda que o óbito decorra de causa diversa da doença omitida.
    c) A perda de uma chance, caracterizada pela violação direta ao bem juridicamente protegido, qual seja, a chance concreta, real, com alto grau de probabilidade de gerar um benefício ou de evitar um prejuízo, consubstancia modalidade autônoma de indenização.
    d) À hipótese de um paciente acometido de doença grave falecer em decorrência de erro médico não se aplica a teoria da responsabilidade civil decorrente da perda de uma chance, haja vista a ausência de nexo causal direto entre a conduta do médico e o dano, lesão gerada pela perda da vida, uma vez que o prejuízo causado terá como causa direta e imediata a própria doença do paciente, e não o erro médico.
    e) A fixação de indenização decorrente da aplicação da teoria da perda de uma chance deve corresponder ao valor integral do dano final experimentado pela vítima.
  • questão #353821
    FCC - 2014 - TRT 19ª - Analista Judiciário
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Em razão de grave doença, Paulo está prestes a perder os dois rins. Por esta razão, ele e seu pai, Carlos, são submetidos a exames clínicos cuja conclusão é a de que pai e filho são compatíveis, e Paulo somente sobreviverá se Carlos lhe doar um rim. Carlos
    a) deve doar um rim a seu filho, independentemente de sua vontade e mesmo que o ato implique risco de vida, por se tratar de imposição moral.
    b) pode doar um rim a seu filho, se esta for sua vontade e desde que tenham sido atendidos os requisitos de lei especial.
    c) não pode doar um rim a seu filho, nem que esta seja a sua vontade, por ser ato que implica ofensa à integridade física.
    d) deve doar um rim a seu filho, independentemente de sua vontade e mesmo que o ato implique risco de vida, por se tratar de imposição decorrente do poder familiar.
    e) pode doar um rim a seu filho, mas apenas se não tiver outros filhos.
  • questão #364643
    VUNESP - 2014 - TJ - SP - Outorga de Delegações - Provimento
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Os absolutamente incapazes (art. 3.º do CC)
    a) em hipótese alguma podem ser civilmente responsabilizados pelos prejuízos que causarem a terceiros.
    b) só podem ser responsabilizados, pelos prejuízos que causarem a terceiros, quando aptos a exprimirem a própria vontade.
    c) respondem pelos prejuízos causados, somente quando as pessoas por eles responsáveis não tiverem a obrigação de fazê-lo ou não dispuserem de meios suficientes, devendo a indenização, neste caso, ser fixada equitativamente, observados limites humanitários.
    d) serão sempre pessoalmente responsáveis pelos prejuízos que causarem a terceiros, e a indenização deve ser fixada pelo juiz segundo os padrões normalmente recomendados de aferição da responsabilidade civil em geral.
  • questão #364657
    CESPE - 2014 - TJ - DFT - Outorga por Provimento
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Acerca da capacidade e personalidade civil das pessoas naturais, assinale a opção correta.
    a) A emancipação voluntária pode ser concedida por ato conjunto dos pais, ou por um deles na falta do outro, mediante homologação judicial, ouvido o MP.
    b) Somente depois de decretada a interdição por sentença constitutiva é que se reconhece a incapacidade civil, com efeitos ex nunc, sendo inviável a declaração de nulidade de alienação de imóvel realizada por pessoa portadora de anomalia psíquica, ainda que se comprove que a enfermidade era anterior à instituição da curatela.
    c) A curatela do ausente poderá ser deferida a requerimento de qualquer interessado ou do MP, sendo o legítimo curador o cônjuge do ausente, desde que não esteja separado judicialmente ou de fato por mais de dois anos antes da declaração de ausência, direito que se estende ao companheiro.
    d) O menor relativamente incapaz tem capacidade civil mediante assistência, notadamente para aceitar mandato, fazer testamento e ser testemunha em atos jurídicos.
    e) Em razão do princípio da inalterabilidade do nome, o parentesco por afinidade em linha reta não autoriza a averbação, no registro de nascimento de enteado ou enteada, do nome da família de seu padrasto ou madrasta, ainda que haja a concordância destes.
  • questão #364680
    VUNESP - 2014 - Polícia Civil - SP - Delegado de Polícia
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Fabiana e Maurício, ambos com 16 (dezesseis) anos, são regularmente casados. Os jovens, viciados em tóxicos, tiveram seu veículo roubado enquanto consumiam substância entorpecente em via pública. Foi instaurado inquérito policial para apuração dos fatos, mas não sobreveio ação penal em virtude do roubo. No que tange à prescrição para reparação civil de Fabiana e Maurício, é correto afirmar que
    a) Fabiana e Maurício, em razão da idade, são relativamente incapazes, não correndo a prescrição até que completem 18 (dezoito) anos.
    b) o casamento dos jovens causou cessação de incapacidade, mas não para fins de contagem do prazo prescricional, que passará a contar quando completarem 18 (dezoito) anos.
    c) a contagem da prescrição se dará da data do fato, não havendo circunstância que cause impedimento ou suspensão da prescrição.
    d) por serem viciados em tóxicos, não corre a prescrição até que recuperem a plena capacidade, individualmente considerados.
    e) a instauração do inquérito policial suspendeu o curso do prazo prescricional, que voltou a correr após a conclusão do procedimento.
  • questão #364723
    IADES - 2014 - TRE - PA - Analista Judiciário Área Judiciária
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    À luz do Código Civil, assinale a alternativa correta acerca da personalidade e capacidade civil.
    a) São relativamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil os menores de dezesseis anos.
    b) São absolutamente incapazes a todo ato da vida civil os ébrios habituais, os viciados em tóxicos e os deficientes mentais.
    c) São incapazes, relativamente a certos atos, ou à maneira de os exercer, os excepcionais, sem desenvolvimento mental completo.
    d) São relativamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil os que, mesmo por causa transitória, não puderem exprimir sua vontade.
    e) São absolutamente incapazes os pródigos.
  • questão #364790
    FCC - 2014 - TCE - PI - Bibliotecário
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Leda e Lindoval são casados e possuem dois filhos gêmeos: Marcos e Margarido. Hoje, já homens com trinta anos de idade, começaram a preocupar seus pais. Marcos é pródigo e está consumindo seu próprio patrimônio em razão de seus gastos desenfreados; Margarido está enfrentando problemas com o álcool, caracterizando a figura do ébrio habitual. De acordo com o Código Civil brasileiro, em regra,
    a) os gêmeos Marcos e Margarido são absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil.
    b) os gêmeos Marcos e Margarido são incapazes, relativamente a certos atos, ou a maneira de os exercer.
    c) apenas Marcos é absolutamente incapaz de exercer pessoalmente os atos da vida civil.
    d) apenas Margarido é absolutamente incapaz de exercer pessoalmente os atos da vida civil.
    e) apenas Marcos é relativamente incapaz para exercer alguns atos previamente mencionados na legislação civil.
  • questão #364933
    CESPE - 2014 - TJ - CE - Analista Judiciário - Judiciária
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Uma família viajava de navio do Brasil para a Europa e, no curso da viagem, o navio naufragou, tendo morrido os quatro integrantes dessa família. Não foi possível identificar o integrante da família que morreu primeiro. Robson era o mais velho, Marcos, o mais novo, e João, maior de sessenta e cinco anos de idade. Rogério estava doente, em estágio terminal de sua vida. Nessa situação hipotética, com base no disposto no Código Civil, dada a impossibilidade de constatar quem morreu primeiro, presume-se que
    a) Rogério morreu primeiro, por estar em estágio terminal da vida.
    b) João morreu primeiro, por ser maior de sessenta e cinco anos de idade.
    c) Robson morreu primeiro, por ser o mais velho.
    d) todos morreram simultaneamente.
    e) Marcos morreu primeiro.
  • questão #364942
    FUNDEP - 2014 - MPE - MG - Promotor de Justiça Substituto
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Assinale a alternativa CORRETA:No Direito Civil brasileiro, o início da personalidade do ser humano é marcado:)
    A) Pela concepção . B) Pela ruptura do cordão umbilical. C) Pela docima sia hidrostática de Galena. D) Pela nomeação de curador ao nascituro.
  • questão #365018
    FGV - 2014 - DP - DF - Analista de Apoio à Assistência Judiciária
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Patrícia trabalha na residência de Sérgio e Cláudia há sete anos, realizando serviços domésticos e cuidando das crianças. Quando acompanhava o casal e seus filhos em uma viagem para Fortaleza, o avião sofreu uma pane que ocasionou um incêndio e a posterior queda da aeronave. Apesar de intensa busca, poucos corpos foram encontrados e nenhum sobrevivente. O corpo de Patrícia nunca foi encontrado. Trata-se de uma hipótese de:
    a) extinção da pessoa física pela ausência.
    b) declaração de ausência para fins de sucessão provisória.
    c) morte presumida.
    d) morte real.
    e) permanência indefinida de personalidade jurídica. )
  • questão #394670
    CESPE - 2014 - Câmara dos Deputados - Analista Legislativo - Consultor Legislativo Área
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Acerca da personalidade jurídica, da capacidade civil e dos direitos da personalidade, julgue os itens a seguir.
    Não se pode cogitar, no direito civil brasileiro, qualquer possibilidade de disposição sobre o próprio corpo, no todo ou em parte, seja tal disposição em vida, seja ela relacionada ao período pós-morte.
    Certo
    Errado
  • questão #394671
    CESPE - 2014 - Câmara dos Deputados - Analista Legislativo - Consultor Legislativo Área
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Acerca da personalidade jurídica, da capacidade civil e dos direitos da personalidade, julgue os itens a seguir.
    Segundo o entendimento majoritário da doutrina civilista, a pessoa natural adquire personalidade jurídica a partir do nascimento com vida, aferido por meio do funcionamento do aparelho cardiorrespiratório.
    Certo
    Errado
  • questão #394672
    CESPE - 2014 - Câmara dos Deputados - Analista Legislativo - Consultor Legislativo Área
    Assunto: DAS PESSOAS - Pessoas Naturais
    Acerca da personalidade jurídica, da capacidade civil e dos direitos da personalidade, julgue os itens a seguir.
    De acordo com entendimento consagrado por meio de enunciado de jornada de direito civil, a vontade dos absolutamente incapazes, na hipótese dos menores de dezesseis anos de idade, é juridicamente relevante na concretização de situações existenciais a eles concernentes, desde que eles demonstrem discernimento bastante para tanto.
    Certo
    Errado