Questões de Fisioterapia - Página 12

  • questão #328157
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    A finalidade do exame subjetivo é colher dados a respeito do tipo de disfunção, bem como da área e do comportamento dos sintomas.
    A alternativa que NÃO relaciona o aspecto clínico a ser investigado com a pergunta durante o exame subjetivo é:
    a) Irritabilidade do quadro clínico = A dor é constante ou intermitente?
    b) Estabilidade do quadro clínico: Há quanto tempo o quadro está nesse estado?
    c) Natureza do quadro clínico: Qual atividade agrava ou desencadeia os sintomas?
    d) Gravidade do quadro clínico = Qual a intensidade e a extensão dos sintomas em determinada atividade?
  • questão #328156
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    Durante a avaliação diferencial das lesões do tecido mole, os movimentos propiciam valiosas informações através do isolamento da origem dos sintomas do paciente e da avaliação do estado funcional dos tecidos e da estrutura. Cyriax, em 1983, classificou os tecidos como inertes ou contráteis, explicando como esses tecidos reagiam aos três tipos de movimento.
    Qual movimento NÃO se relaciona com o esquema de classificação desenvolvido por Cyriax?
    a) O movimento resistido permite ao clínico avaliar a força e isolar o tecido contrátil como origem da dor.
    b) O movimento passivo testa as estruturas inertes, e o padrão da dor que acompanha o surgimento da resistência deve ser observado.
    c) O movimento isocinético, realizado com uma velocidade variável e resistência constante, avalia a propriocepção tanto do tecido inerte quanto do contrátil.
    d) O movimento ativo envolve carga simultânea aos tecidos inerte e contrátil; e, assim, um tipo específico de tecido não pode ser incriminado como o local da lesão.
  • questão #328154
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    Durante a avaliação fisioterapêutica, é necessário identificar os objetivos do processo da avaliação musculoesquelética.

    I. Identificar a fonte da dor ao executar testes com provas, ou seja, aplicação de forças externas controladas para imposição de uma carga interna aos tecidos e estruturas isoladas que são capazes de causar os sintomas do paciente, também conhecido como sinal comparável.
    II. Avaliar a integridade e o estado funcional dos tecidos e das estruturas envolvidas.
    III. Avaliar as habilidades funcionais do paciente durante as atividades de vida diária, tarefas ocupacionais, e atividades de lazer.

    É CORRETO o que se afirma em:
    a) I, II e III.
    b) I e II, apenas.
    c) I e III, apenas.
    d) II e III, apenas.
  • questão #328153
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    Em relação ao papel da fisioterapia no pós-operatório imediato de câncer de mama, NÃO é correto o que se afirma em:
    a) Incentivar os exercícios circulatórios de membros superiores e inferiores.
    b) Realizar reeducação respiratória, para manter a permeabilidade das vias aéreas.
    c) Orientar os pacientes sobre os cuidados que deverão ter com o membro superior ipsilateral à cirurgia, para melhor controle das infecções.
    d) Estimular ao máximo o ganho de amplitude de movimento de flexão e abdução do ombro ipsilateral à cirurgia, desde o 1º dia de pós-operatório, para evitar aderências e imobilizações da articulação.
  • questão #328152
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    Em relação à atuação do fisioterapeuta no puerpério imediato, é CORRETO o que se afirma em:
    a) Quando a puérpera apresentar edemas de membros inferiores no pós-parto imediato, deve ser orientado o repouso no leito.
    b) No puerpério imediato, devem ser orientados exercícios para mobilização pélvica, dar preferência para o decúbito lateral e incentivar a deambulação para estimular o peristaltismo intestinal.
    c) A mensuração da diástase do músculo reto abdominal no puerpério deve ser realizada com a mulher deitada em decúbito dorsal, na região infraumbilical, com flexão anterior do tronco e extensão do quadril e joelhos.
    d) Quando a mulher é submetida a uma episiotomia durante o parto vaginal, é comum o relato de dor no local da incisão. Não devem ser orientados nessa fase exercícios de reeducação dos músculos do assoalho pélvico, em função da dor provocada pela contração desses músculos.
  • questão #328151
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    Em relação aos aspectos fisioterapêuticos durante o trabalho de parto, NÃO é correto o que se afirma em:
    a) A posição em decúbito dorsal na primeira fase do trabalho de parto, por tempo prolongado, pode reduzir o ritmo das contrações uterinas e alterar o retorno venoso, interferindo na saturação de oxigênio fetal.
    b) Nas décadas de 40 e 50, foi instituído o método psicoprofilático, com o objetivo de reduzir a dor do parto, por meio de informações sobre os mecanismos biológicos e fisiológicos, cujo funcionamento é influenciado por fatores psíquicos.
    c) As posturas incorretas, lacerações e roturas dos músculos do assoalho pélvico no momento do parto podem levar a mulher a ter uma incontinência urinária de esforço.
    d) Devemos orientar a participação da parturiente, para abreviar o seu tempo de trabalho de parto, sugerindo que faça manobras de valsalva durante o período expulsivo, para facilitar a descida do bebê.
  • questão #328150
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    Em relação à drenagem linfática manual, técnica que pode ser utilizada no tratamento de linfedema de membro superior em um indivíduo que realizou uma cirurgia para controle de câncer de mama, analise as afirmativas abaixo:

    I. A drenagem linfática manual é uma técnica que tem como objetivo agir sobre o sistema linfático profundo, visando drenar o excesso de líquido que se encontra no interstício.
    II. A drenagem linfática em nível de tronco ocorre pelas anastomoses linfo-linfáticas áxilo-axilar e áxiloinguinal.
    III. Todas as estruturas vasculares do sistema linfático apresentam válvulas.
    IV. O sentido do fluxo linfático depende de forças externas ao sistema linfático, como a contração muscular e a drenagem linfática manual.
    V. A drenagem linfática manual ajuda na linfangiogênese, ou seja, na formação de novos capilares linfáticos.

    Estão CORRETAS as afirmativas:
    a) I e V, apenas.
    b) II e IV, apenas.
    c) III e V, apenas.
    d) I, II, III, IV e V.
  • questão #328149
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    Analise as seguintes afirmações:

    I. Na Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), o exercício físico aumenta o consumo de oxigênio e piora a relação ventilação/perfusão, além de aumentar a hiperinsuflação pulmonar e favorecer a fadiga dos músculos respiratórios e a acidose lática.
    II. Os principais efeitos da oxigenoterapia durante a reabilitação pulmonar na Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) incluem diminuir a dipneia, reduzir a hipertensão pulmonar, melhorar a função ventricular direita e aumentar a endurance de exercício.
    III. A ventilação não invasiva é contraindicada durante a prática de exercícios físicos na Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), pois aumenta a capacidade residual funcional do paciente e, consequentemente, a hiperinsuflação pulmonar e a dispneia.

    Estão CORRETAS as afirmativas:
    a) I e II, apenas.
    b) I e III, apenas.
    c) II e III, apenas.
    d) I, II e III.
  • questão #328148
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    Sobre a terapia incentivadora da inspiração, NÃO é correto o que se afirma em:
    a) A técnica de breath-stacking é uma alternativa ao uso de incentivadores inspiratórios em pacientes que apresentam fraqueza muscular, dispneia, comprometimento da compreensão da técnica e dor.
    b) O uso dos espirômetros de incentivo fluxo-dependente resulta em maior volume-minuto, menor frequência respiratória, maior deslocamento abdominal e menor ativação da musculatura acessória da respiração, quando comparado ao uso dos espirômetros de incentivo volume-dependente.
    c) Os espirômetros de incentivo geram trabalho respiratório adicional, atribuído à resistência imposta pelo diâmetro dos cilindros do aparelho, à forma e ao peso das esferas ou pistões e à relação existente entre o cilindro e o tamanho e o peso das esferas ou pistões.
    d) A orientação sobre a técnica correta para o uso de espirômetros de incentivo consiste em solicitar ao paciente uma inspiração lenta e profunda até a capacidade pulmonar total (CPT), a partir da capacidade residual funcional (CRF). Deve-se solicitar a sustentação da inspiração máxima em torno de 3 segundos, seguida de expiração normal.
  • questão #328147
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    As técnicas, terapias ou manobras de higiene brônquica têm por objetivo aumentar a mobilização da secreção pulmonar e sua expectoração, principalmente em situações nas quais ocorre retenção de secreção brônquica. Considerando essa definição, é CORRETO o que se afirma em:
    a) Na drenagem autógena, tenta-se a mobilização, inicialmente, de secreções de vias aéreas distais e, posteriormente, de secreções de vias aéreas mais proximais.
    b) No ciclo ativo da respiração, é indesejável que o paciente realize exercícios de expansão torácica para não agravar ainda mais o quadro de hiperinsuflação pulmonar.
    c) As válvulas Flutter e Shaker podem e devem ser utilizadas em pacientes pouco cooperativos e até mesmo inconscientes, pois são reconhecidamente eficazes na mobilização de secreções pulmonares.
    d) A expiração lenta total com a glote aberta em decúbito infralateral (ELTGOL) é uma técnica passiva, utilizada em recém-nascidos, realizando uma pressão manual externa lenta, iniciada ao final da expiração espontânea e continuada até o volume residual.
  • questão #328146
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    Sobre os modos ventilatórios, NÃO é correto o que se afirma em:
    a) A ventilação controlada por pressão é um modo ventilatório ciclado a tempo e assistido por pressão limitada, caracterizado por um rápido aumento da pressão nas vias aéreas e um padrão de fluxo desacelerado.
    b) A ventilação controlada está contraindicada para pacientes apneicos, por comprometimento do sistema nervoso central, parada cardiorrespiratória e supressão respiratória intencional, porque leva a fraqueza e atrofia dos músculos respiratórios.
    c) A ventilação com pressão de suporte é um modo de ventilação assistida, que fornece um nível constante de pressão positiva na via aérea durante esforços inspiratórios espontâneos, permitindo ao paciente manter o controle do tempo inspiratório e expiratório.
    d) A ventilação mandatória intermitente sincronizada é uma forma de suporte ventilatório em que o paciente respira espontaneamente por um sistema de fluxo contínuo e recebe ventilação mecânica com volume corrente e frequência respiratória predeterminados, sincronizados com seu esforço inspiratório.
  • questão #328145
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    Em relação à radiologia do tórax, analise as seguintes afirmações:

    I. Em geral, na incidência posteroanterior, a hemicúpula frênica direita é mais elevada que a esquerda.
    II. Infiltrado bilateral e difuso, associado a broncograma aéreo e áreas de atelectasia, são sinais radiológicos de insuficiência respiratória aguda.
    III. No enfisema pulmonar, pode-se observar tórax com aumento do diâmetro anteroposterior, hipertransparência e retificação do diafragma.
    IV. As alterações radiográficas na bronquite crônica são aumento da vasculatura pulmonar e espessamento peribrônquico.

    É CORRETO o que se afirma em
    a) I, apenas.
    b) IV, apenas.
    c) II e III, apenas.
    d) I, II, III e IV.
  • questão #328143
    FUMARC - 2013 - Polícia Civil - MG - Analista da Polícia Civil - Fisioterapeuta
    Assunto: Geral
    No pós-operatório de laparotomia, o Sr. João foi orientado pelo fisioterapeuta a realizar inspirações fracionadas em 2 ou 3 tempos, com volumes pulmonares altos, seguidas de expiração à capacidade funcional residual (CRF), com utilização de resistência labial. Analise as seguintes afirmações:

    I. O padrão respiratório descrito no enunciado é o padrão desejado para situações de broncoespasmo, em que se objetiva aumentar o volume pulmonar.
    II. A utilização de pausa inspiratória pode ser acrescentada ao padrão descrito no enunciado, com o objetivo de aumentar a difusão dos gases.
    III. A inspiração fracionada, porém com baixos volumes pulmonares, pode ser orientada quando o objetivo é facilitar a contração do diafragma e o aprendizado do padrão diafragmático.
    IV. A utilização de alto volume corrente torna o fluxo inspiratório mais laminar, favorecendo a distribuição mais homogênea da ventilação pulmonar em regiões com alterações obstrutivas.

    São CORRETAS apenas as afirmações:
    a) I e II.
    b) I e IV.
    c) II e III.
    d) III e IV.